Sala 8: Revista Internacional em Políticas, Currículo, Práticas e Gestão da Educação
https://revistasalaoito.com.br/article/doi/10.29327/2283270.1.4-7
Sala 8: Revista Internacional em Políticas, Currículo, Práticas e Gestão da Educação
Artigo Prática Pedagógica, Currículo e Formação de Professores

Fundamental mesmo é a Autonomia! Contribuições do desenvolvimento moral das crianças na prática pedagógica: uma revisão da literatura

Helena Maria Diu Raposo Monteiro; Márcia Fernanda de Lima

Downloads: 0
Views: 381

Resumo

As mudanças sociais ocorridas na passagem do tempo, somadas ao desenvolvimento tecnológico e ao aprimoramento de novas maneiras de se pensar e praticar o “aprender” e o “saber”, têm refletido no âmbito educacional e na formação da consciência moral das crianças. Percebemos que o estabelecimento da autonomia, como etapa mais desenvolvida da formação desta consciência, tem se tornado ponto de dificuldade na geração atual, gerando também insegurança aos pais e educadores. Buscamos compreender, junto à literatura existente, as contribuições sobre o desenvolvimento da consciência moral das crianças na prática pedagógica, em especial dos educandos que compõem a Educação Infantil, na tentativa de esclarecer como esse procedimento pode acontecer de maneira mais efetiva, trazendo informações relevantes aos pais e educadores de como possibilitar que as crianças atinjam a autonomia com maior naturalidade.

Palavras-chave

Autonomia; Educação; Práticas Pedagógicas.

Referências

BRANSFORD, J. D.; BROWN, A. L.; COCKING, R. R. (org.). Como as pessoas
aprendem: cérebro, mente, experiência e escola. Comitê de Desenvolvimento da Ciência
da Aprendizagem, Comitê de Pesquisa da Aprendizagem e da Prática Educacional,
Comissão de Educação e Ciências Sociais e do Comportamento, Conselho Nacional de
Pesquisa dos Estados Unidos. São Paulo: Editora SENAC, 2007.
BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil (1988). Brasília: Senado Federal,
1988.
BRASIL. Lei n°. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da
Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, 1996.
BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Diário Oficial da União, Brasília, 2009.
BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação
Infantil (DCNEIS). Resolução n. 5 de 17 de dez de 2009.
BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação
Básica. Resolução nº 4, de 13 de julho de 2010. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais
Gerais para a Educação Básica. Diário Oficial da União. Brasília, 2010.
BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília,
MEC/CONSED/UNDIME, 2017.
DE LA TAILLE, Y. Limites: Três Dimensões Educacionais. Editora: Atica. 2000.
DELORS, J. (Coord.). Os quatro pilares da educação. In: Educação: um tesouro a
descobrir. São Paulo: Cortez, 1996.
DOWBOR, L. A reprodução Social. São Paulo: Vozes, 1998.
ERIKSON, E. Infância e sociedade. Rio de Janeiro, Zahar, 1972.
FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FOCHI, P. S. Ludicidade, continuidade e significatividade nos campos de experiência. In:
FINCO, D.; BARBOSA, M.C.S.; FARIA, A.L.G. de (orgs.). Campos de experiência na
escola da infância: contribuições italianas para inventar um currículo de educação infantil
brasileiro. Campinas, SP: Leitura Crítica, 2015.
GADOTTI, M. Perspectivas atuais da educação. Porto Alegre: Ed. Artes Médicas, 2000.
GOODSON, I. A construção social do currículo. Lisboa: Educa, 1997.
HAMZE, A. O professor e o mundo contemporâneo, 2004.
KOHLBERG, L. O desenvolvimento das orientações das crianças para uma ordem moral:
I. Sequência no desenvolvimento do pensamento moral. Vita Humana, 6 (1-2), 11-33,
1963.
OLIVEIRA, ZILMA DE MORAES RAMOS. O currículo na Educação Infantil: o que
propõem as novas Diretrizes Nacionais? ANAIS DO I SEMINÁRIO NACIONAL:
CURRÍCULO EM MOVIMENTO – Perspectivas Atuais Belo Horizonte, novembro de 2010.
OLIVEIRA-FORMOZINHO, J. Pedagogia da Infância: Reconstruído uma Práxis de
Participação. In: OLIVEIRA-FORMOZINHO, J; KISHIMOTO, T; PINAZZA, M. (Org.)
Pedagogia(s) da infância: dialogando como passado, construindo o futuro. Porto Alegre:
Artmed, 2007. p.13-36.
PERNAMBUCO. Secretaria de Educação e Esportes Currículo de Pernambuco: educação
infantil / Secretaria de Educação e Esportes, União dos Dirigentes Municipais de
Educação; coordenação Ana Coelho Vieira Selva, Sônia Regina Diógenes Tenório;
apresentação Frederico da Costa Amâncio, Maria Elza da Silva. – Recife: A Secretaria,
2019.
PERRENOUD, P. Construir competências desde a escola: trad. Bruno Charles Magne.
Porto Alegre: ArtMed, 1999.
PIAGET, J. A formação do símbolo na criança: imitação, jogo, sonho e representação. Rio
de Janeiro: Zahar, 1975.
PIAGET, Jean; et alii. A Tomada da Consciência. Trad. Edson B. de Souza. São Paulo:
Melhoramentos e EDUSP, 1977.
PIAGET, Jean. Relações entre a afetividade e a inteligência no desenvolvimento mental
da criança. Tradução e organização: Cláudio J. P. Saltini e Doralice B. Cavenaghi. Rio de
Janeiro: Wak, 2014.
REGO, Teresa Cristina. Vygotsky: uma perspectiva histórico-cultural da educação.22. ed.
Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

SILVA, Ezequiel Theodoro da. O ato de ler. Fundamentos psicológicos para uma nova pedagogia
da leitura. 9 ed. São Paulo: Cortez, 2002.
VYGOTSKY, L.S. Pensamento e Linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 1994.
VYGOTSKY, L.S. A formação social da mente. 7. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.
ZABALA, A. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: ArtMed, 1998.
ZABALA, A.; ARNAU, L. Como Aprender e Ensinar Competências. Porto Alegre: ArtMed,
2009.


Submetido em:
15/03/2023

Revisado em:
30/06/2023

Aceito em:
12/07/2023

Publicado em:
26/07/2023

64c15312a953954d443a8bb2 wwwsalaoito Articles
Links & Downloads

Sala Oito

Share this page
Page Sections